CONSTELAÇÕES FAMILIARES 

O QUE SÃO?

O que são as constelações familiares?  Só o amor não basta, é preciso ordem. 

Ordem e amor atuam unidos. 

Como uma canção obedece às harmonias, o amor obedece à ordem. 

E, como é difícil para o ouvido acostumar-se às dissonâncias,

mesmo que sejam explicadas, 

é difícil para a alma acostumar-se ao amor sem ordem.   

Bert Hellinger

 

As constelações são uma ferramenta que promove a reconciliação e libertação humanas. Através da sua visão sistémica do indivíduo, ajuda a trazer ordem, dentro dos diferentes sistemas sociais em que vivemos: família, profissão, escola, etc.. 

Foram sistematizadas por Bert Hellinger, que ao longo da sua formação e investigação se apercebeu que a vida é governada por três grandes ordens, a que chamou as ordens do amor, ou também chamados três princípios básicos de vida, que funcionam como três leis universais que regem a vida e os sistemas relacionais que são: a pertença (todos têm o mesmo direito de pertencer aos sistema familiar), a ordem (cada elemento do sistema tem um lugar e uma função específica - os mais antigos têm um ascendente sobre os mais recentes) e o equilíbrio (o dar e o receber tem de ser vivido com o equilíbrio próprio de cada tipo de relacionamento).

É por isto que o Bert afirma que só o amor não basta, que é preciso ordem, pois, mesmo que haja muito amor numa família, por exemplo, quando estas três ordens do amor não são respeitadas, provocam emaranhamentos familiares e sistémicos que levam a tensões e conflitos relacionais, que por sua vez geram muito sofrimento, infelicidade, doença e até a morte. 

Assim, as constelações familiares são uma poderosa ferramenta que ajuda  a revelar o que está em desordem e a trazer à luz quais são as dinâmicas ocultas que estão por detrás dos emaranhamentos, que podem vir desde há várias gerações atrás.

A partir do momento em que estas desordens e dinâmicas ocultas se tornam conscientes torna-se mais fácil apresentar caminhos de solução para restabelecer a ordem, integrar os conflitos, promover a reconciliação e restabelecer o fluxo de amor dentro e fora do sistema familiar. Isso acontece quando todos os elementos são incluídos e quando cada elemento do sistema ocupa o seu verdadeiro lugar e assume a sua função dentro do sistema.

QUE TEMAS PODEM SER ABORDADOS NUMA CONSTELAÇÃO FAMILIAR? 

É importante salientar que as constelações não têm a finalidade de curar. São fundamentalmente um complemento que ajuda a pessoa a ampliar a consciência em relação ao que está a viver e a assumir a responsabilidade total pelos seus processos de vida. Não substituem um acompanhamento médico ou psicoterapêutico, se assim for necessário.  

Os temas mais comuns abordados são as dificuldades nas relações entre pais e filhos,

nos relacionamentos amorosos, dificuldades com algum aspecto da profissão,

com o dinheiro, com a prosperidade e abundância. No fundo, pode-se abordar

qualquer tema que esteja a causar sofrimento ou com o qual existe falta

de clareza, como mortes não superadas, sentimento de culpa,

sentimentos não identificados, traumas, padrões de vida que se repetem,

sofrimento interno, vazio interior, culpa, depressão, suicídio, exclusão,

questões profissionais, comportamentos de risco, feridas da infância,

dificuldade de afetos, vícios e dependências,  etc.

COMO FUNCIONAM? 

Nas constelações utiliza-se uma abordagem representacional/simbólica que pode ser vivida em grupo ou individualmente. A parte fundamental da constelação é a projecção das imagens internas que a pessoa tem acerca das suas relações pessoais e sobre o lugar que ocupa nos seus diferentes sistemas relacionais, seja a família ou outros. Ao permitir a visualização e exploração destas imagens internas, as constelações familiares conduzem à à tomada de consciência e à descoberta do sentido de padrões repetitivos de comportamento, os quais estão na origem de conflitos e obstáculos à realização pessoal. A mudança que o processo das constelações familiares põe em marcha ocorre por via da transformação das imagens internas.  Essa imagem interna pode tornar-se visível através de representantes, quer sejam pessoas, no caso das constelações em grupo, quer sejam figuras, no caso das constelações individuais. 

 

Uma constelação familiar inicia-se com a apresentação de um tema/problema que uma pessoa quer abordar. Segue-se uma breve entrevista, onde se procura saber aquilo que o cliente gostaria de resolver. Recolhe-se informação factual acerca do problema e do sistema familiar. Após esta recolha de informação, são escolhidos representantes (pessoas se for em grupo, figuras se for individual), que normalmente consistem na própria pessoa e alguns membros da sua família, mas poderá também ser um elemento abstracto, como um aspecto da personalidade, uma doença, uma casa, um país, dependendo esta decisão do problema que esteja a ser trabalhado. 

 

Consoante esses representantes são colocados, em função das suas posições e depois em função do movimento e dos sentimentos que se vão manifestando, como expressões do que se passa ao nível da alma da pessoa e do sistema familiar, o facilitador da constelação vai tendo consciência do que está em desarmonia e das dinâmicas ocultas e, assim a sua intervenção tem a intenção de facilitar a reconciliação, a integração e o equilíbrio e a harmonia do indivíduo e no sistema mais amplo transgeracional. 

 

Numa constelação em grupo pode-se participar de três formas distintas:

a) a pessoa que apresenta um tema que quer abordar; 

b) como representante na constelação de outra pessoa; 

c) como assistente, pois pelo facto de estar presente está também envolvido

em tudo o que acontece na constelação.  

Seja qual for a forma de participar, todos contribuem para uma constelação e

todos saem beneficiados, pois pelo efeito de vibração e ressonância todas as

pessoas estão ligadas e em sintonia com o que acontece. Neste sentido, em

todos os participantes podem ocorrer insights, movimentos internos,

reconhecimento de partes ou elementos negados, excluídos ou reprimidos e uma expansão de consciência sobre si, sobre as dinâmicas do seu sistema familiar, sobre o lugar que ocupa nas diferentes dimensões relacionais da sua vida.

constelacao-familiar-conheca-a-terapia-que-vem-transformando-vidas-1.jpeg
constelar.florianopolis.222222211.jpg
constelação-familiar.jpg